Política

SERGIO MORO

Juiz Sergio Moro recebeu 102 mil salário (o triplo do que poderia) e devolve meros R$9,00

segunda-feira 21 de agosto| Edição do dia

No Twitter, o repórter do Valor Econômico Ricardo Mendonça, divulgou informações a respeito dos vencimentos do Juiz Sergio Moro, constatando que o juiz tem recebido um salário muito acima do teto constitucional. Ele, assim como outros procuradores da trupe de Curitiba, tem recebido salários que dobram e até triplicam esse teto, cujo valor já não é pequeno, mas de R$33,7 mil.

Em dezembro de 2016, o repórter constatou que Sergio Moro recebeu nada menos que R$102 mil, mais que o triplo do teto. Despreocupado com o fato de estar, no mínimo, fazendo mal uso dinheiro público (para não dizer, roubando), o juiz devolveu singelos R$9,00 aos cofres públicos e nenhum centavo a mais.

"Moro recebeu R$ 102.151,58 em dez/16. E devolveu R$ 9,14 por entender que era a parte que excedia o teto constitucional. NOVE REAIS", exclamou o repórter. "O teto é R$ 33,7 mil, máximo que um servidor deveria receber. Mas na conta, muitos desconsideram indenizações, auxílio-moradia, creche, refeição...", explicou.

É um escândalo que isso aconteça em especial considerando que juízes, em especial esses do alto escalão, recebem verdadeiros privilégios materiais pelas suas funções, justamente por terem de cumprir papeis avessos aos interesses dos trabalhadores e do povo pobre do país. No caso desse juiz, há tempos denunciamos a sua relação com o capital internacional, que baseia toda a sua atuação seletiva, autoritária e arbitrária perante a Lava-Jato.

Confira as informações divulgadas pelo repórter:

"Eventualmente" o juiz consegue receber de pagamento quase três vezes mais do permitido por lei

Artigo 37 da Constituição, que diz respeito ao teto que Sergio Moro finge que não existe

Componentes do salário de Sergio Moro




Tópicos relacionados

Sérgio Moro   /    Poder Judiciário   /    Política

Comentários

Comentar