Sociedade

JUDICIÁRIO

Judiciário golpista persegue juízes que emitem mandatos de soltura

Em entrevista, Luiz Carlos Valois, que atua na Vara de Execuções Penais no Tribunal de Justiça do Amazonas denuncia juízes perseguidos por emitir alvarás de soltura.

quarta-feira 29 de agosto| Edição do dia

Imagem: GGN

O judiciário que foi protagonista do golpe institucional e agora protagoniza a operação lava-jato, que veio para escolher o novo presidente a dedo, também vem protagonizando outros absurdos.

Em recente entrevista, o juiz Luiz Carlos Valois denunciou dois casos. O primeiro é do o juiz Luiz Corcioli Filho, que foi denunciado por 23 promotores devido ao fato que considerou ilegal uma prisão por tráfico de drogas e acabou recebendo uma censura administrativa. O outro foi da juíza Kenarik Boujikian, censurada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo por conceder liberdade a 11 pessoas que estavam em prisão preventiva além do tempo determinado. O primeiro caso foi esse mês e o segundo no ano passado.

Esse mesmo judiciário que atualmente manipula as eleições também é protagonista no encarceramento em massa, que faz com que o Brasil seja atualmente a terceira maior população carcerária do mundo. Essa mesma casta que vota o aumento de seus próprios salários também é implacável contra os negros e pobres.

Atualmente o tráfico de drogas é uma das principais causas do encarceramento. No caso feminino, é responsável por mais de 50% das prisões. A lei atual amplifica isso pois delega aos delegados e juízes decidir a diferença entre traficante e usuário baseado em critérios arbitrários. Deste modo, muitas das condenações atuais estão baseadas na palavra e na suposição da nossa polícia assassina e da justiça racista.

É urgente a mobilização pela legalização das drogas e elegibilidade e revogabilidade de todos os juízes, e que os mesmos ganhem igual a uma professora!




Tópicos relacionados

golpe   /    Golpe institucional   /    Governo Temer   /    "Partido Judiciário"   /    Sociedade   /    Poder Judiciário

Comentários

Comentar