CONTINUIDADE DO GOLPE

Judiciário autoritário ameaça cassar tempo de TV do PT, caso Lula seja candidato

Em mais uma mostra do golpismo institucional, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) quer impedir que Lula apareça como candidato nas propagandas eleitorais de TV mesmo sem ter finalizado o julgamento de seu pedido para concorrer às eleições.

quarta-feira 15 de agosto| Edição do dia

O Judiciário intervém a cada dia nas eleições, primeiro com a prisão arbitrária de Lula, depois com renovadas medidas para garantir melhores condições a candidatos - como é o caso de Alckmin - e também com mudanças nas regras sobre a definição de vice.

A arbitrariedade do Judiciário não tem limites quando se trata de interferir no destino das eleições, tuteladas pela Lava Jato, aplicando um veto antidemocrático ao líder das pesquisas para que possam escolher a dedo quem será o presidente a seguir os ataques de Temer.

É um absurdo ameaçarem cassar o tempo de TV do PT.

A intervenção do conjunto da "ala Lava Jato" do regime, perpassando o STF, o TSE, o STJ, Ministério Público e a própria Lava Jato, com o apoio da mídia, em mil e uma manobras diariamente vem intervindo nas eleições para garantir melhores condições a candidatos que sejam porta-vozes da continuidade do golpe, que se disponham a tomar medidas ainda mais duras que o Temer.

Não apoiamos o voto no PT, mas o Esquerda Diário defende incondicionalmente o direito da população votar em quem ela decidir; mesmo combatendo o projeto de Lula e do PT que nunca apoiamos, defendemos o direito da população votar neles se assim desejarem. Somos contrários a prisão arbitrária de Lula, defendemos sua imediata liberdade, e combatemos o golpe desde uma posição independente do PT, que sistematicamente abre caminho à direita com sua conciliação e não resistência ao golpe e aos golpistas. Para fazer frente ao golpismo e sua continuidade é preciso construir nos locais de trabalho e estudo uma força que supere o PT pela esquerda.




Tópicos relacionados

Prisão de Lula   /    Julgamento de Lula   /    Eleições 2018   /    TSE   /    Lula   /    Poder Judiciário

Comentários

Comentar