Sociedade

VIOLÊNCIA

Jovem é espancado por causa de uma vaga em estacionamento em São Paulo

Desde a segunda-feira passada, a família de um jovem de 16 anos, espancado em frente a banca de sua família, está de vigília no local. O jovem foi internado, mas tem quadro estável.

segunda-feira 11 de dezembro de 2017| Edição do dia

A.D., jovem de 16 anos, foi agredido pelo manobrista que trabalha no vallet do supermercado Violeta, próximo à banca. Eles discutiram, porque o irmão não teria deixado estacionarem em frente à banca. “No fim do expediente, o manobrista foi pra casa e retornou com o irmão e mais quatro homens. Dois ficaram na esquina com um taco de beisebol, caso eles tentassem correr, dois bateram em um amigo do A. que estava na banca, e o manobrista e o irmão dele vieram pra cima do meu irmão”, relata Katherine Palopoli, 27, irmã da vítima e auxiliar de limpeza, ao portal PONTE.

Em repúdio a essa violência, moradores do bairro Vila Gomes, no Butantã, organizaram um ato na quarta-feira passada, 06, reunindo cerca de 50 pessoas. Além de repudiar a violência que o adolescente sofreu, os manifestantes cobraram um pronunciamento do supermercado.

A manifestação foi organizada pelo Facebook, por um grupo que reúne 2.700 mulheres do bairro e região. “O supermercado já estava tentando abafar o caso. Muitas pessoas se comoveram com a história e além de justiça, queremos um posicionamento deles porque eles são responsáveis sim pelo o que aconteceu”, disse Priscila Kotzent, 30, administradora do grupo.




Tópicos relacionados

Sociedade

Comentários

Comentar