Sociedade

VIOLÊNCIA POLICIAL

Jovem de 18 anos e seu pai são agredidos por PMs e a filha é ameaçada por “calúnia” ao denunciar

O caso aconteceu na periferia de Sorocaba, no interior de São Paulo, onde um jovem e seu pai foram insultados e agredidos por policiais militares. O garoto foi preso e acusado de “resistência à prisão” e “desacato”.

segunda-feira 20 de julho| Edição do dia

Foto: Arquivo/Ponte

A denúncia foi veiculada pelo site Ponte. Nos vídeos (veja abaixo) é possível ver os policiais xingando e agredindo pessoas com cassetetes, inclusive crianças.

As agressões ocorreram na noite de domingo, dia 12 de julho, quando os policiais chegaram ao bairro de Jardim Ipiranga abordando arbitrariamente jovens, como é rotineiro na ação racista da polícia. Foi então que um dos jovens, de apenas 18 anos, traumatizado com agressões anteriores sofridas em abordagens policiais, correu. Sua irmã relatou ao site Ponte: “Meu irmão correu com medo, porque ele já foi agredido em abordagens. Os PMs agridem fisicamente e também torturam psicologicamente”.

Quando a abordagem policial começou, o jovem estava parado ao lado da casa onde mora, junto com seus pais. Quando os pais do jovem questionaram a polícia, foram insultados e o homem foi duramente agredido pela polícia, de forma truculenta e arbitrária.

A ação da polícia, que passou então a agredir e insultar indiscriminadamente, foi parcialmente filmada, até que um dos policiais interrompe a filmagem de forma violenta. O jovem foi detido e levado à delegacia, onde foi obrigado assinar um termo circunstanciado por “resistência à prisão” e “desacato”.

Sua irmã denunciou a prisão e as agressões numa rede social (veja abaixo):

E a resposta que recebeu foi a ameaça feita por Guilherme Benassi, tenente da assassina ROTA, tropa de elite da PM paulista, que afirmou que iria processar a menina por calúnia:

É mais uma dentre milhares de demonstrações de que a instituição policial racista e assassina é nossa inimiga.




Tópicos relacionados

Racismo Policial   /    PM   /    PM São Paulo   /    Repressão   /    Sociedade   /    Violência policial

Comentários

Comentar