Política

PROVOCAÇÃO

José Serra pisa em abaixo-assinado contra a reforma da previdência

Em claro ato de provocação, o tucano foi fotografado tendo o cinismo de pisotear em um abaixo-assinado com mais de 320 mil assinaturas de brasileiros que demonstram seu repúdio à reforma da previdência.

terça-feira 6 de fevereiro| Edição do dia

O ato sem escrúpulos de José Serra demonstra o completo descaso com a população desta casta política asquerosa que vive cercada de privilégios. Esta casta, que é um grupo que vive com médicos especialmente dedicados a eles, regados de diversos "auxílios" e verbas que dobram seus salários que já são altíssimos e que votam aumento do próprio salário enquanto empurram goela abaixo dos trabalhadores a retirada de direitos mínimos.

Mas a foto do auxiliar do golpismo pisoteando o abaixo-assinado diz muito mais. Não podemos esperar que esse mesmo grupo que planeja friamente cada passo para manter seus privilégios enquanto retiram nossos direitos que sejam complacentes com nossos problemas, que escutem a opinião dos trabalhadores brasileiros e que voltem atrás nos ataques. Já está mais que provado que a opinião dos trabalhadores não importa a eles, pois querem seguir implantando seus ajustes mesmo com o mínimo de aprovação. E, pra isso, existe um Poder Judiciário que nos três níveis vai garantir que tudo ocorra a favor dos políticos e dos empresários.

O nível da complexidade desta situação deixa exposta a insuficiência de métodos como abaixo-assinados. Entretanto, é bastante simbólico o que políticos da ordem fazem com este tipo de demonstração da opinião popular.

Nesse sentido, se mostra na prática a importância de radicalizar nossos métodos de luta. É preciso nos organizar desde os locais de trabalho e estudo exigindo das centrais sindicais e entidades estudantis um enfrentamento a esses políticos através da construção de uma greve geral, a partir de assembleias de base, contra a reforma da previdência, contra a retirada dos direitos trabalhistas e pelo direito do povo decidir em quem votar. O trabalhador precisa tomar em suas mãos essa luta com independência do PT que se aliou a burguesia, perdoou os golpistas e já indicou que não vai retroceder nas reformas e através dos seus métodos históricos de luta que são a greve e a organização.




Tópicos relacionados

José Serra   /    Reforma da Previdência   /    PSDB   /    Política

Comentários

Comentar