Cultura

POESIA

Jornadas revolucionárias no Chile: Poesia

segunda-feira 28 de outubro| Edição do dia

la incertidumbre
ciertamente
es la cara de la historia

hoje o Chile arde
e grita muito
o que será de tudo
não sei

só sei que do centro
da engrenagem dura
uma contra mola resiste
só sei que em plena primavera
só sei que em pleno outubro
parte da engrenagem apodrece

agoniza de morte?
ou se arrastará ainda mais cem anos
com quantos outubros se faz
o futuro de pleno gozo da vida
quantos Pinochet ainda
escoarão nosso sangue
venderão nossa carne
antes da vingança histórica
que os aguarda chegar?

tudo é pergunta
e nada é pecado
do lado de baixo
do Equador

e todo Equador
todo Chile
Toda Catalunha
Todo Haiti grita
Hong Kong grita
tudo grita
que assim, assado
não dá mais

tudo é dúvida
tudo imprime
possibilidades
quase infinitas

benditas sois vos
mulheres proletárias
bendito é o fruto do vosso ventre
Juventude

finito é o lucro
finita é a água manchada de óleo
finito é a floresta manchada de fogo

um mapuche diz basta
enquanto um catalão diz
que existe uma nação
não reconhecida oficialmente

somos a geração que não tem:
emprego
saúde
água potável
recursos naturais
Rio Doce
futuro
medo

é outubro e mais uma vez a terra treme
é outubro e mais uma vez a burguesia treme
é outubro e mais uma vez
o mundo geme
feito uma cadela prenhe
prestes a parir
liberdade

G de Poesia
Link
https://www.facebook.com/gde.poesia/




Tópicos relacionados

Chile   /    Cultura

Comentários

Comentar