Política

João Doria (PSDB) é eleito prefeito de São Paulo em 1º turno

O candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, João Doria, foi eleito para o cargo neste domingo, 2. Com 95,47% dos votos apurados, ele teve 53,40% dos votos válidos.

domingo 2 de outubro| Edição do dia

O candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, João Doria, foi eleito para o cargo neste domingo, 2. Com 95,47% dos votos apurados, ele teve 53,40% dos votos válidos. Em segundo lugar ficou o atual prefeito, Fernando Haddad (PT), com 16,67%. Na sequência aparecem Celso Russomanno, do PRB, com 13,58%, Marta (PMDB), com 10,13%, e Luiza Erundina (PSOL), com 3,16% dos votos Brancos e nulos totalizaram 5,27% e 11,33%, respectivamente.

A disparada na reta final de João Dória mantém a hegemonia tucana em São Paulo, que já dura décadas. Analistas apontam que o governador Geraldo Alckmin sem dúvida, com a influência de toda a máquina estatal em São Paulo, influenciou decisivamente para essa vitória no primeiro turno.

É a primeira vez que uma eleição na capital paulista é decidida ainda em primeiro turno. Em 1988, Luiza Erundina chegou a desbancar Paulo Maluf em turno único, sem segunda votação.

Naquele mesmo ano, porém, foi promulgada a atual Constituição Federal, que trouxe muitas das regras que ainda vigoram no País, como dois turnos nas maiores cidades e as idades em que o voto é obrigatório.

Com o resultado, o PSDB assume a prefeitura da capital pela segunda vez. José Serra já havia comandado a cidade entre janeiro de 2005 e março de 2006.

Com o discurso de ajustes contra os direitos dos trabalhadores e proposta de privatização em São Paulo, a vitória de João Dória aponta para uma tentativa de descarregar a crise econômica nas costas dos trabalhadores.




Tópicos relacionados

Eleições 2016   /    Política

Comentários

Comentar