Mundo Operário

DEMISSÕES

Inhotim anuncia demissão de 84 funcionários

O Instituto Inhotim, em Brumadinho (MG), demitiu 84 funcionários entre maio e junho, depois de já ter reduzido salários e jornadas.

segunda-feira 10 de agosto| Edição do dia

O instituto alegou que isso se deu por causa da queda de receitas e que pretende manter os empregos com baixos salários. Fechado desde 18 de março, as receitas com bilheteria, aluguel de carrinhos elétricos e eventos, que estão paralisados, representam apenas 17% do total das receitas. O Instituto é patrocinado ainda por empresas como CEMIG, Codemig, Itaú, Vale e outras, seja por patrocínio direto ou por Lei de Incentivo à Cultura.

Assim, eles se utilizam da pandemia como uma justificativa para demitir funcionários e lucrar, da mesma maneira que diversas outras empresas vêm fazendo ao longo da pandemia e da quarentena.

A partir disso, devemos lutar contra as demissões pelo país, e também exigindo que as demissões sejam proibidas, bem como que as MPs que reduzem jornadas e salários sejam suspensas. É somente através da luta de classes que seremos capazes de conseguir isso!




Tópicos relacionados

Minas Gerais   /    Demissões   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar