Sociedade

RACISMO E XENOFOBIA

Imigrante senegalês é agredido em Caxias do Sul em ataque racista e xenófobo

Moth Loum, imigrante senegalês e vendedor ambulante de Caxias do Sul foi surpreendido por agressões racistas inicialmente verbais, e depois com socos e chutes desferidos por um pedestre. Logo ao chegar a polícia, nenhuma surpresa: novas agressões racistas além de tentativa de prisão do imigrante.

segunda-feira 17 de julho| Edição do dia

Moth Loum, imigrante senegalês, vendia meias e panos de prato no centro de Caxias do Sul buscando uma fonte de renda honesta diante desta crise no marco do desemprego, quando foi surpreendido por agressões inicialmente verbais por ele ser negro, e depois socos e chutes desferidos por um passante. Isso comoveu outras pessoas que passavam e que saíram em sua defesa.

Segundo relatos de uma pessoa que trabalha próximo do local e que não quis se identificar, quando a polícia chegou, Moth Loum, novamente sofreu racismo por parte dos policiais que queriam levá-lo preso. As pessoas que testemunhavam a cena se colocaram em defesa do senegalês acusando a polícia de racismo.

Recentemente tivemos casos semelhantes em Caxias do Sul envolvendo racismo. No início do ano a Guarda Municipal da prefeitura de Guerra expulsou violentamente vendedores ambulantes indígenas do centro da cidade. No ano passado, após ato contra o golpe, a polícia agrediu violentamente um advogado negro que saiu em defesa de manifestantes.

É lamentável que esse tipo de situação ocorra. Fatos como esses escancaram o racismo e a xenofobia que permeia a nossa sociedade, e desmente a ideia da democracia racial. Na sociedade capitalista que vivemos, ainda mais em momentos de crise, casos de xenofobia contra imigrantes são cada vez mais frequentes. Somos todos Moth Loum! Abaixo o racismo e a xenofobia!!




Tópicos relacionados

Xenofobia   /    Caxias do Sul   /    Sociedade   /    Racismo

Comentários

Comentar