Educação

PROFESSORES MUNICIPAIS EM GREVE

Hoje são eles, amanhã seremos nós: professores e estudantes, nossa luta é uma só

Os professores municipais de São Paulo estão em greve contra o SAMPAPREV, reforma da previdência que Dória quer aplicar a nível municipal. É nosso papel, enquanto estudantes, estar ao lado dos professores em defesa da educação, afinal, hoje são eles, amanhã seremos nós.

quarta-feira 14 de março| Edição do dia

Neste 8 de Março, os professores municipais, categoria majoritariamente feminina, entraram em greve contra o Regime de Previdência Complementar na Prefeitura de São Paulo, o SAMPAPREV. Que, na pratica, é a reforma da previdência de Temer a nível municipal gerido pelo setor privado. Esse ataque aumenta de 11% para 14%, podendo chegar a 19% de contribuição à previdência, o que equivale a um mês inteiro de salário por ano só de contribuição previdenciária.

Para mostrar para os golpistas e empresários que é um gestor digno de se manter governando e até assumir outros cargos, como anunciou que largará a prefeitura para se candidatar a governador, Dória tenta aplicar a própria reforma da previdência em cima do setor que vem sendo mais atacado nesse momento de crise econômica: a educação.

Após deixar crianças sem merenda, sem transporte escolar gratuito, dificultar o acesso ao passe livre, subir o valor a passagem, retirar diversas linhas de ônibus, entre outros diversos ataques a educação pública, Dória agora ataca a aposentadoria dos professores e servidores municipais. Completamente alinhado ao projeto do golpista Temer que quer descarregar nas costas dos trabalhadores o peso da crise econômica, enquanto mantém o lucro dos empresários.

Hoje, mais de 90% da categoria de professores municipais estão em greve. É nosso papel enquanto estudantes, apoiar e cercar de solidariedade esse setor e lutar em defesa de uma educação pública. Contra os ataques desse governo golpista que quer acabar com nosso futuro e nos fazer pagar pela crise.

Professores e Estudantes, nossa luta é uma só! Em defesa da educação pública, contra a reforma da previdência de Dória e Temer convidamos todos para o ato dos professores, nessa quinta-feira (15/03) em frente a Camara Municipal de São Paulo. Venham com o bloco da juventude Faísca- Anticapitalista e Revolucionária e do Movimento Nossa Classe Educação.

Vídeo da passagem em sala na Letras USP:




Tópicos relacionados

Professores São Paulo   /    João Doria   /    Greve professores SP   /    Educação   /    Juventude

Comentários

Comentar