Política

CANDIDATURA GOLPISTA

Henrique Meirelles e PSD lançam propaganda para uma possível candidatura

Hoje, 21, vai ao ar o programa partidário do Partido Social Democrático (PSD). Em 10 minutos de propaganda, Henrique Meirelles, atual ministro da Fazenda, tentará construir sua pré-candidatura, segundo O Globo, como uma candidatura “nem à direita, nem à esquerda”, mesmo tendo somente 1% das intenções de voto do eleitorado brasileiro.

quinta-feira 21 de dezembro de 2017| Edição do dia

Segundo O Globo, Meirelles está “pavimentando o caminho para se posicionar como candidato do governo” e deixa isso bem nítido nos 10min do programa partidário. Ele quer aparecer como um mediador dos “extremos do ponto de vista político e ideológico”. Disse também que “dizer que as coisas estão ótimas é faltar com respeito àqueles que estão sem emprego e vivem dificuldades. O governo anterior quebrou o Brasil. O brasileiro não quer saber mais de aventuras.”

Como já noticiamos aqui antes, Henrique Meirelles, defensor ferrenho das reformas do presidente golpista, participante do governo do PT por suas ligações com bancos e com a JBS, é um “rapaz trabalhador”, segundo Joesley Batista e Michel Temer. Em maio deste ano de 2017, afirmou que, se o governo golpista caísse, ele estaria pronto para assumir e dar seguimento à Reforma Trabalhista e à Reforma da Previdência. Confira aqui a ficha completa de Meirelles.

De todos os aspirantes à candidatura para presidência, é o maior defensor do legado de ataques aos trabalhadores e à juventude deixado por Temer golpista, que, segundo o ministro, teve a “coragem de fazer as reformas fundamentais”.

“Para sair da crise não é de uma hora para outra. Estamos reencontrando o caminho. A inflação está mais controlada, o juro mais baixo. Ainda não deu para todo mundo perceber, mas a direção é de crescimento. Um reencontro para a harmonia em nome de um país mais justo. Eu acredito e tenho fé no nosso país”, afirmou, nitidamente acreditando e tendo fé na manutenção das riquezas da burguesia em detrimento dos direitos e vidas dos trabalhadores.




Tópicos relacionados

Eleições 2018   /    Reforma da Previdência   /    Reforma Trabalhista   /    Governo Temer   /    Política

Comentários

Comentar