Política

ELEIÇÕES 2018

Haddad vira reú e Judiciário ameaça novo avanço nas eleições

Justiça de São Paulo aceitou denúncia do Ministério Público, tornando reú o ex-prefeito Fernando Haddad.

quarta-feira 22 de agosto| Edição do dia

Em uma demonstração de como vem acompanhando atentamente as eleições no país, o Judiciário golpista não aguardou muito para avançar sobre a ascendente candidatura de Haddad, tornando reú o ex-prefeito de São Paulo.

A justiça de São Paulo decidiu acolher uma ação de improbidade administrativa do Ministério Público, que investiga irregularidades na construção de trecho de uma ciclovia na capital paulista. A aceitação da denúncia vem justamente momentos após o candidato crescer nas pesquisas, quando colocado como substituto de Lula, demonstrando um crescimento na capacidade de transferência de votos do ex-presidente.

A decisão vem da mesma justiça estadual paulista que ano após ano segue blindando o também candidato presidencial Alckmin (PSDB) escancarando sua atuação seletiva, que em tempos de eleições tem o objetivo evidente de escolher a dedo o futuro presidente do país, que irá implementar o conjunto de reformas contra a classe trabalhadora.

Não bastasse o sequestro do direito do povo decidir em quem votar, com a prisão e a proscrição de Lula, o Judiciário vendo o crescimento de Haddad nas pesquisas, age de forma preventiva também sobre seu substituto. Diante dessa flagrante degradação da democracia burguesa, em que o poder judiciário buscar decidir os rumos das eleições, nós do Esquerda Diário defendemos o direito de quem quiser votar em Lula, em primeiro lugar, possa fazê-lo, mesmo combatendo o papel submisso que o PT teve em relação ao golpe e na aplicação, em outro ritmo, dos planos capitalistas. É nesse sentido que colocamos nossas candidaturas anticapitalistas a serviço da denúncia da degradação do regime e do autoritarismo judiciário e da construção de uma voz anticapitalistas que proponha um programa dos trabalhadores como resposta.




Tópicos relacionados

Eleições 2018   /    Haddad   /    "Partido Judiciário"   /    PT   /    Lula   /    Poder Judiciário   /    Política

Comentários

Comentar