Sociedade

PREFEITURA SÃO PAULO

Haddad fecha 7 creches na Zona Leste e sequer comunica as famílias das crianças

No início dessa semana as famílias de centenas de crianças descobriram na porta de 7 creches da zona leste de São Paulo que elas tinham sido fechadas, sem ao menos uma comunicação prévia.

Diana Assunção

São Paulo | @dianaassuncaoED

sexta-feira 1º de julho de 2016| Edição do dia

Segundo a Secretaria Municipal de Educação as unidades foram fechadas porque o contrato com a organização não-governamental Instituto Brasil Social, que administrava as creches, foi encerrado.

É esse tipo de coisa que acontece quando se privatiza a educação de nossas crianças e jovens.

No município de São Paulo 64% das creches, ou as chamadas CEI’s (Centro de Educação Infantil), são diretamente administradas por setores privados, com repasse de verbas da prefeitura a essas instituições. A jornada de trabalho e o salário dos funcionários também são mais precários que nas creches de administração direta.

A responsabilidade é do prefeito Fernando Haddad que continua com seu projeto de privatizar e terceirizar a educação infantil, com contratos muitas vezes fraudados que visam somente o repasse de verbas para essas instituições.

Agora centenas de crianças estão sem o direiro básico ao ensino e as mães não sabem onde deixar seus filhos para poderem ir trabalhar. Além disso os funcionários das creches fechadas se vêem sem seus direitos trabalhistas pagos.

A educação deve ser pública e de qualidade, e é preciso que a prefeitura de São Paulo atenda toda a demanda da educação infantil na cidade, inclusive com creches 24 horas, para que todas as mulheres, trabalhadoras e estudantes, possam ter acesso integral a esse direito e garantam suas horas de estudos e trabalho preservando seu direito a maternidade.




Tópicos relacionados

Candidatos MRT   /    Haddad   /    Sociedade   /    São Paulo (capital)   /    Política

Comentários

Comentar