77 ANOS SEM TROTSKY

Há 77 anos, Trotsky era assassinado a mando de Stalin por defender as ideias comunistas

terça-feira 22 de agosto| Edição do dia

Há 77 anjos atrás o revolucionário bolchevique Liev Davidovich Bronstein, conhecido pelo codinome Leon Trotski, era assassinado em seu exílio no México por Ramón Mercader, um agente da polícia secreta de Stalin, a GPU.

Seu crime: lutar pelo futuro comunista da humanidade, defender o legado da revolução dos trabalhadores na Rússia em 1917, revolução que participou dirigindo o soviet de Petrogrado e organizando o Exército Vermelho, defender o legado de Marx, Engels, Lenin e os revolucionários bolcheviques da contra o revisionismo da camarilha burocrática stalinista que foi assumir o controle da União Soviética entre os anos de 26 e 28.

Trotski constituiu a oposição de esquerda internacional para defender este legado, foi perseguido dentro da própria URSS que ajudou a construir, sem nunca deixar de defender o caráter de classe daquele estado que para ele era uma posição dos trabalhadores na luta pela revolução mundial contra o sistema capitalista, enquanto para Stalin e seus seguidores, era uma moeda de troca para construir seu "socialismo em um só país".

Depois lutar internamente no partido Bolchevique, que sofreria um grande expurgo sobrando do seu Comitê Central, no final da década de 30, apenas Stalin, com todos velhos dirigentes presos ou assassinados, obrigados a confessar crimes que não cometeram, Stalin consegue impôr a sua linha através da repressão e intimidação, e seu próximo passo será a capitulação ao nazi-fascismo assinando um pacto de não agressão com Hitler (pacto Ribentropp-Molotov) e participando do saqueamento da Polônia. Isto é o ponto final da luta interna da oposição de esquerda dentro do partido bolchevique e coloca as bases para a construção da IV Internacional às portas da II Guerra Mundial.

Há 77 anos do assassinato de Trotski pelo Stalinismo, selecionamos algumas contribuições da luta de Trotski para a construção do partido mundial da revolução socialista:

Organizador coletivo contra a guerra imperialista: o periódico ‘Nashe Slovo’ de Trotsky

Leon Trotski em Xangai (passado e futuro de um encontro histórico)

Trotskysmo em negros diálogos

Leon Trotski: ABC da dialética materialista




Tópicos relacionados

Especial 77 anos do assassinato de Trotsky   /    Joseph Stálin   /    León Trotsky   /    Fração Trotskista (FT-QI)   /    Trotsky

Comentários

Comentar