Negr@s

ARQUIVO ED - REVOLUÇÃO HAITIANA

Há 228 anos, se iniciava batalha dos negros no Haiti por libertação

Há 228 anos, em 22 de agosto de 1791 os escravos da então colônia francesa de Saint-Domingue iniciavam uma revolta que iria perdurar por mais 13 anos até a independência do Haiti que se tornou a primeira república governada por negros no mundo.

quinta-feira 22 de agosto| Edição do dia

"A história revolucionária dos negros é rica, inspiradora e desconhecida. (...) O negro dócil é um mito(...)
O único lugar onde os negros não se rebelaram é nos livros de historiadores capitalistas."
(C.L.R James, A Revolução e o Negro)

Desde 1791, os escravos já protagonizavam uma revolta contra as condições bárbaras a que eram submetidos, e, inspirados pelos ideais da revolução francesa, passaram a reivindicar sua liberdade. Toussaint L’Ouverture, um filho de escravos autodidata se consagrou como grande dirigente deste processo.

Em maio de 1794, os Jacobinos Negros, liderados por Toussaint L’Ouverture, iniciam a revolução haitiana, iniciando o processo que culminou com a abolição da escravatura e abriu o processo revolucionário de independência do Haiti das amarras colonialistas da França.

Retomamos aqui algumas publicações sobre este profundo processo revolucionário que marcou a história e que serve como inspiração não apenas para pensarmos a necessária e atual luta pela libertação do Haiti das amarras do imperialismo, que hoje explora este país, mas também refletir sobre o papel que os oprimidos junto a classe operária podem cumprir na libertação nacional rumo a uma sociedade socialista em todo o mundo.

A revolução e o negro

Dos Coletes Amarelos aos Jacobinos Negros e a revolta do povo haitiano hoje

Há 221 anos, se iniciava batalha dos negros no Haiti por libertação

Há 214 anos da Revolução Haitiana




Tópicos relacionados

Haiti   /    Dossie Haiti   /    Negr@s   /    Internacional

Comentários

Comentar