ATAQUE AOS DIREITOS INDÍGENAS

Guaranis radicalizam a luta contra absurda retirada de terras

Retrocesso na demarcação é para garantir os interesses privatistas do governo do estado de São Paulo. Ocupam o pico do Jaraguá contra retirada de terras e desligam antenas contra boicote da mídia.

segunda-feira 18 de setembro| Edição do dia

Índios Guaranis interromperam a transmissão de celular e TV ocupando a antena do Pico do Jaraguá, região metropolitana de SP, essa ação radicalizada dribla o boicote da grande mídia à luta pelas demarcações. Atingem a transmissão de TV para 600 mil pessoas.

A Portaria 683/2017 assinada pelo Ministro da Justiça anula uma demarcação de 512 hectares definida em 2015, demarcando apenas mais 3 hectares de terra. Atualmente o povo guarani-mbya ocupa um espaço de apenas 1,7 hectares, pouco menos de 2 campos de futebol.

O governo Temer junto a seus parceiros por todo o país promovem uma repressão brutal aos povos originários por lutarem por suas terras de direito. Enquanto isso a grande mídia silencia sobre os acontecimentos para que os governos e latifundiários continuem reprimindo e massacrando indígenas sem gerar revolta.

Governo Paulista pretende Conceder a administração do Parque do Jaraguá ao setor privado, o que entra em conflito com a definição da Funai de que os guaranis tem direito a 532 hectares, já que essas terras abrangeriam quase metade do Parque do Jaraguá, incluindo o Pico.

É necessário cercar de solidariedade e visibilidade essa luta, os guaranis e todos os povos originários lutam apenas por seu direito às terras ancestrais que foram usurpadas pela colonização espoliadora. Contra os interesses dos patrões, governos e latifundiários, a resistência é uma só!




Tópicos relacionados

luta indigena   /    índio   /    resistência indígena   /    Indígenas   /    Povos indígenas

Comentários

Comentar