Mundo Operário

GREVE DA SCANIA

Greve na SCANIA encerra com reajuste abaixo da inflação

Após votação apertada em assembleia, sindicato propõe votação por setor na fabrica e determina o fim da greve de uma semana com reajuste abaixo da inflação.

sexta-feira 28 de outubro| Edição do dia

Uma greve que durou uma semana e contou com paralisações parciais no chão de fábrica encerra com um acordo entre patronal e sindicato que prevê 5% de aumento salarial, que ficou abaixo dos 9,62% acumulados da inflação no ano.

Após assembleia feita no dia 24 (segunda-feira) em que se expressou uma votação apertada entre favoráveis e contrários a manter a greve, o sindicato optou por não mais fazer assembleias e organizou um plebiscito dentro da fábrica por setor, onde disponibilizou uma urna onde os trabalhadores colocaram seu voto para decidir o rumo da greve, o que acabou vencendo o voto pelo fim da greve com um resultado também apertado de 958 trabalhadores a favor da proposta contra 923 contrários.

Tal resultado expressa que mesmo vencendo a maioria a favor da proposta, grande parte dos trabalhadores se mantiveram contrários a proposta de rebaixamento do salário frente a inflação, ao mesmo tempo em que o método utilizado pelo sindicato é bem específico em não dar “trela” para que os votos contrários vencessem, visto que realizar um plebiscito dentro da fábrica, com as pressões de todo tipo que existem no chão de fábrica exercem influência nos trabalhadores na hora de votar.

Diante do discurso de crise que as patronais utilizam como método de terror para os trabalhadores, com a intenção de faze-los pagar pela crise, o sindicato prefere fazer acordo com as patronais ao invés de preparar de fato os trabalhadores para lutarem por seus direitos.




Tópicos relacionados

Greve   /    ABC paulista   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar