×

UERJ EM GREVE | Grande dia de luta dos estudantes da UERJ nesta terça-feria

Carolina CacauProfessora da rede estadual em Nova Iguaçu-RJ e dirigente do Quilombo Vermelho - Luta Negra Anticapitalista e MRT

quinta-feira 14 de abril de 2016 | Edição do dia

Estudantes da UERJ protagonizaram importante dia de luta do Rio de Janeiro, fechando por duas vezes nesta terça-feira a importante Avenida Radial Oeste, que liga a Zona Norte do Rio de Janeiro ao centro. O protesto foi em defesa da educação e contra os cortes do governador Pezão, contra os diversos ataques à classe trabalhadora e a juventude. A luta da UERJ ocorre em meio a um crescente questionamento acerca dos cortes públicos, com a crescente onda de ocupações de escolas públicas pelos secundaristas (com já 40 escolas ocupadas), assim como uma série de ataque a todo funcionalismo público no Estado do Rio de Janeiro, que hoje tem seus salários atrasados e parcelados, além de cortes em diversos setores, sobretudo na saúde e educação, enquanto as isenções fiscais as empresas, os gastos com as Olimpíadas e o pagamento da dívida segue a todo vapor.

Na parte da manhã, a manifestação fechou por quase 2h a Avenida Radial Oeste, e levou o eixo contra os cortes e em defesa da educação. A manifestação organizada pelos estudantes foi noticiada em diversos sites da imprensa, como pode ser visto neste link.

Na parte da tarde houve uma Audiência Pública com vários representantes de entidades, parlamentares e setores da esquerda para discutir a situação da qual se encontra a UERJ hoje, do qual o movimento estudantil se posicionou colocando as pautas do movimento, denunciando a Reitoria da universidade, o governo do estado, as isenções fiscais, e o quanto estas seguem mantendo a UERJ numa situação de extrema precarização, com o aprofundamento da terceirização, o não pagamento dos salários dos terceirizados e corte de bolsas.

A noite as ruas foram novamente ocupadas pelos estudantes da UERJ. A Polícia tentou acabar com a manifestação que novamente ocorria na Avenida Radial Oeste, com centenas de estudantes, cercando toda a manifestação, mas não conseguiu, pois os estudantes resistiram e fizeram um grande corte de rua pela segunda vez no mesmo dia, mostrando a força que os estudantes tem e o impacto que este tipo de ação teria tido se fossem tomadas também pelos professores da Universidade, que também se encontram em greve, pelos estudantes secundaristas que hoje estão ocupando as escolas no RJ, assim como pelo conjunto do funcionalismo público em greve.

Todas as ações no dia de ontem foram fundamentais para que siga forte a mobilização, e mostrou que estas ações do qual o movimento estudantil são um pequeno exemplo do que podem fazer todos os setores que hoje se colocam em luta no RJ, cortando ruas e avenidas importantes, buscando unir e unificar ações entre estudantes, professores, funcionalismo e secundaristas das escolas ocupadas. A ação dos estudantes da UERJ hoje significou um grande êxito para o movimento, conseguindo parar o trânsito do Rio de Janeiro por duas vezes, com centenas de estudantes organizados e mobilizados. Os ajustes vieram quentes, mas a luta do RJ apenas começou!




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias