Gênero e sexualidade

SP CONTRA CURA GAY

Grande ato em SP contra Cura Gay reúne mais de 15 mil manifestantes

domingo 24 de setembro| Edição do dia

Apesar da tentativa por parte da polícia militar de Alckmin de reprimir a forte manifestação que se iniciou hoje na Av. Paulista, região central de SP, mais de 15 mil pessoas se manifestaram nas ruas hoje contra a liminar da Cura Gay na capital. O espírito combativo do ato era tamanho que a polícia tentou prender algumas pessoas e foi impedida por manifestantes.

Os manifestantes se concentraram no MASP e desceram a Rua Augusta até o momento seguem em ato até o Lgo do Arouche. A decisão da Justiça Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal de acatar parcialmente uma liminar contra a Resolução 01/99 do Conselho Federal de Psicologia (que buscava regularizar o uso de terapias de “reversão sexual” tratando a homossexualidade como doença) gerou uma enorme revolta nas redes sociais e mobilizou milhares hoje no país inteiro contra o avanço deste enorme retrocesso contra os LGBTs.

Os atos convocados são uma ação importantíssima para mostrar a justiça brasileira e aos LGBTfóbicos, reacionários e conversadores, como Feliciano e Bolsonaro, que os LGBTs não vão aceitar serem tratados como doentes.

VEJA live do ato em SP

Virgínia Guitzel, do Pão e Rosas e editora do Esquerda Diário, uma das organizadoras da manifestação:

VEJA TAMBÉM |
- Mídia faz operação para invisibilizar grande ato contra ’cura gay’ em SP
- A Folha, o Estadão e suas defesas vergonhosas da liminar da “cura gay”

Foto: Mídia NINJA




Tópicos relacionados

Homofobia e Transfobia   /    LGBT   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar