Política

EM PORTO ALEGRE

Governo fará cerco aéreo, naval e terrestre no TRF-4 para julgamento de Lula

segunda-feira 22 de janeiro| Edição do dia

"O bloqueio das ruas do entorno do tribunal será aéreo, terrestre e naval”, disse o secretário se Segurança Pública do estado do Rio Grande do Sul, Cezar Schirmer, em referência ao julgamento de Lula que ocorrerá no TRF-4 essa quarta-feira em Porto Alegre.

Em entrevista na manhã dessa segunda-feira (22), o governo afirmou que o cerco em torno do tribunal começará a ser feito a partir das 12h dessa terça-feira. Sem muitos detalhes de como será feita a segurança naval e aérea, o isolamento terá gradis e parte do efetivo da Brigada Militar impedindo o acesso de quem não tenha permissão do esquema de segurança.

Parte da Avenida Edvaldo Pereira Paiva, próximo ao Parque Harmonia, será fechada a partir de terça, enquanto as avenidas Bento Martins, Loureiro da Silva, Augusto de Carvalho e Mauá serão bloqueadas na quarta-feira a partir da madrugada.

Trata-se de uma forte operação das forças repressivas do estado, onde o governo do RS impede que qualquer mobilização contrária à condenação do ex-presidente possa chegar perto do tribunal. Ainda segundo o secretário de segurança, os desembargadores serão escoltados ao local, aventando a possibilidade de chegarem de helicóptero. São cerca de 3 mil policiais civis, rodoviários, militares e agentes da força nacional envolvidos na operação.

Ontem (21), no Esquerda Diário, divulgamos declaração do MRT sobre o julgamento de Lula. Veja clicando aqui.




Tópicos relacionados

"Partido Judiciário"   /    Operação PF contra Lula   /    Porto Alegre   /    Operação Lava Jato   /    Lula   /    Poder Judiciário   /    Política

Comentários

Comentar