Economia

SALÁRIO MÍNIMO

Governo ajusta salário mínimo abaixo da inflação despejando a crise nos mais pobres

O salário mínimo foi reajustado e ficou abaixo da inflação. Este reajuste é o menor desde 1995. Governo Temer descarrega ainda mais nos trabalhadores a crise e aumenta o lucro de empresários.

quarta-feira 10 de janeiro| Edição do dia

O Instituto Brasileiro de Estatística e Geografia (IBGE) divulgou hoje o valor da inflação de 2017, que foi de 2,07%. Entretanto, o reajuste do salário mínimo, que serve de base para benefícios como seguro-desemprego e aposentadoria, além de definir o piso-salarial formal, foi abaixo da inflação.

O salário mínimo foi reajustado de R$937 para R$ 954, quando segundo a inflação deveria ser reajustado para R$ 956. Com essa mudança, que a primeira vista pode parecer simbólica, o montante total que irá sobrar para o governo é de R$ 3,4 bilhões.

Com a reforma trabalhista em curso, Temer aprofunda ainda mais as péssimas condições de trabalho dos brasileiros e reajusta o salário mínimo para valores inferiores a inflação, contrariando a própria lei.

No Brasil, metade da população sobrevive com menos de um salário mínimo e os cargos mais precarizados, como terceirizados de limpeza e vigilância, majoritariamente ocupados por mulheres negras, é quem paga o preço da aliança de Temer para beneficiar empresários e continuar garantindo a compra de deputados para avançar contra os trabalhadores, como a corrida pela aprovação da reforma da Previdência.




Tópicos relacionados

Governo Temer   /    Inflação   /    Economia

Comentários

Comentar