Economia

GOVERNO TEMER

Governo Temer decide rebaixar ainda mais o ajuste do salário mínimo em 2018

O Ministério do Planejamento anunciou nesta segunda-feira uma nova redução na previsão do reajuste do salário mínimo para 2018. Este teria aumento de apenas R$28,00. O valor definitivo, de acordo com a legislação nacional, será fixado em janeiro.

segunda-feira 30 de outubro| Edição do dia

A informação foi divulgada durante a apresentação da proposta orçamentária para 2018. Em agosto deste ano o governo Temer já havia anunciado uma primeira previsão de queda do salário mínimo. A proposta inicial de R$979,00 foi reduzida para R$969,00. Este segundo anuncio rebaixou o valor para R$965. A expectativa do governo federal é economizar R$1,2 bilhão do orçamento da união com as folhas de pagamento de aposentados e pensionistas.

O governo golpista de Temer afirma que houve uma nova redução nos índices que balizam o reajuste do salário mínimo, o Produto Interno Bruto (PIB) e o Índice Nacional de Preço ao Consumidor (INPC). Portanto, seria necessário o rebaixamento do salário mínimo para 2018. Atualmente o salário mínimo é R$937,00, ou seja, haveria um aumento de apenas R$28,00.

Entretanto, para se salvar das denúncias de corrupção que foram votadas na Câmara dos Deputados, Temer não economizou e gastou R$ 12 bi comprando os votos dos deputados. Além disso, Temer continua tentando implementar a Reforma da Previdência e leiloando as riquezas naturais do país, mostrando que claramente seu governo está a serviço dos grandes empresários e quer que seja o trabalhador o responsável por pagar pela crise.




Tópicos relacionados

Governo Temer   /    Michel Temer   /    crise econômica   /    Economia

Comentários

Comentar