LULA E O PT

Golpistas do TRF-4 julgam hoje recurso de defesa de Lula

segunda-feira 26 de março| Edição do dia

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) analisa hoje o recurso da defesa de Lula. Por decisão do STF na última quinta-feira (22), Lula não poderá ser preso até que o mérito do habeas corpus impetrado seja julgado pela Corte, no dia 4 de abril.

Os três desembargadores do TRF-4, que deram continuidade ao golpe institucional condenando Lula sem qualquer fundamento jurídico sólido e decidindo em quem milhões poderiam ou não votar, provavelmente julgarão pela rejeição do último embargo de defesa, liberando a execução da pena de prisão - que só poderá ser efetivada caso o STF negue o habeas corpus de Lula no início de abril.

A decisão do STF não foi nenhum apreço às "garantias constitucionais" em relação ao julgamento de Moro ou do TRF-4, claramente arbitrários e desenhados para sequestrar o direito da população votar em quem ela quiser. O mesmo STF autoriza retirada de direitos dos trabalhadores como fez na reforma trabalhista promovendo-a antes mesmo dos parlamentares, e não move uma palha contra a flagrante falta de presunção de inocência de 40% da população carcerária do país que sequer julgada foi.

Ao longo do dia faremos a cobertura dos debates ao redor do novo julgamento do TRF-4.

Leia abaixo algumas declarações sobre a questão do julgamento de Lula

Decisão do STF escancara a divisão do golpismo e sua ilegitimidade

11 ministros do STF, que ninguém elegeu, definem os ritmos da continuidade do golpe

Contra a condenação arbitrária de Lula, pelo direito do povo decidir em quem votar!




Tópicos relacionados

Julgamento de Lula   /    STF   /    "Partido Judiciário"   /    Lula   /    Poder Judiciário

Comentários

Comentar