Política

GOLPISMO

Gilmar Mendes é presença confirmada no 2º Congresso do MBL

Aproxima-se o 2º Congresso Nacional do Movimento Brasil Livre (MBL), e Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, tem sido anunciado como palestrante confirmado.

Vitória Camargo

Coordenadora do CACH - Unicamp

quinta-feira 3 de novembro| Edição do dia

O 2º Congresso de um dos líderes das manifestações contra a ex-presidente Dilma Roussef e apoiadores do golpe, o MBL, ocorrerá nos próximos 19 e 20, em São Paulo, com participação paga (R$ 100 ao dia). Segundo a divulgação do evento, Gilmar Mendes debaterá o “cenário futuro” e ajudará, junto a outros convidados, “a formular estratégias para que o MBL continue levando à frente sua luta pela liberdade”.

Escancarando sua participação no golpe institucional, na apresentação do que será o Congresso, o MBL assume os créditos pela queda de Dilma: "Quem diria. O grupo desacreditado de pessoas que liderou a revolta contra o PT, ainda em 2014, venceu. Tiramos Dilma Rousseff do poder e derrotamos, com muita garra, o ’mainstream’ midiático brasileiro".

Não à toa setores do Judiciário como Mendes e Janaína Paschoal, advogada que defendeu o impeachment no Senado, terão destaque – uma peça chave no processo. Os demais convidados são Francisco Razzo, Alexandre Borges, Flávio Morgenstern, Cláudio Manoel, Bruno Garschagen, Carlos Andreazza, Marco Antônio Villa e Pedro D’eyrot.

O MBL ainda comemora o governo golpista de Temer e seus ataques até agora, assim como suas vitórias nas urnas, ligadas ao DEM, nas últimas eleições municipais, como “iniciativa liberal mais exitosa”. "De um país que rumava para destino similar a de seus vizinhos, temos agora uma nação fiscalmente responsável que debate reforma da previdência, teto de gastos e reforma trabalhista. Uma nação que não tem medo de encarar de frente uma agenda liberal e que continua alerta e vigilante no combate à corrupção", afirma.




Tópicos relacionados

Golpe institucional   /    Gilmar Mendes   /    Movimento Brasil Livre   /    Política

Comentários

Comentar