Política

"LEI DA GARANTIA DA REPRESSÃO"

Garantir a ordem na base da repressão, essa é a “moda” de Temer

Nesta segunda, 14, durante cerimônia para apresentar militares promovidos, o golpista Temer declarou que “está muito na moda a garantia da lei e da ordem”.

segunda-feira 14 de agosto| Edição do dia

Essa “moda” de Temer, que já era tendência também nos governos do PT, com as ocupações militares no Haiti, com as UPPs nos morros do RJ, com os militares garantindo grandes eventos como a Copa e a Olimpíada tem ganhado tons cada vez mais ofensivos contra a população pobre, sob a égide de Temer.

Depois de lançar mão desse dispositivo nas manifestações em Brasília, vai buscando naturalizar essa medida de “garantia da ordem” lançando mão de ocupações militares, como a mais recente no RJ.

Os principais índices de criminalidade, diante disso, expressam poucas variações com a presença ostensiva de militares. O que demonstra que essa escalada ofensiva tem um alvo muito certo, controlar na base da violência as consequências cada vez mais nefastas das políticas de austeridade que corta investimentos em áreas essenciais como saúde e educação, que acaba com direitos trabalhistas, e que quer acabar com o futuro dos trabalhadores em forma de reforma da previdência.

Essa é a forma como os golpistas buscam fazer os trabalhadores engolirem a seco medidas que só resultam em mais degradação de suas condições de vida. Essa “moda” expressa, por outro lado, o medo de que os trabalhadores não mais suportem esse nível extenuante de ataques e passem à ofensiva de fato. Nossas vidas valem muito mais que os lucros deles e suas tentativas de nos calar.




Tópicos relacionados

Governo Temer   /    Michel Temer   /    Forças Armadas   /    Repressão   /    Crise no governo   /    Política

Comentários

Comentar