Política

SUPREMA CENSURA

Fux contará com a censura para fortalecer as desinformações da mídia golpista

As eleições burguesas se aproximam e o governo golpista já mostra sua intenção de organizar de forma mais efetiva a hegemonia ideológica dos meios de comunicação de massa para impor sua política ultraliberal de ataque aos trabalhadores. Nessa semana, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Fux, afirmou que contará com o apoio dos veículos de imprensa confiáveis para trabalhar no combate às fake news (notícias falsas) durante a campanha das Eleições 2018.

Jones Adriano Gaio

Professor da rede estadual do RS

sexta-feira 16 de fevereiro| Edição do dia

Ora, todos sabemos que os supostos “veículos de imprensa confiáveis”, ou seja, a grande mídia que monopoliza os meios de comunicação no país como Rede Globo, SBT, Record, etc.., são grandes aparelhos ideológicos de estado (parafraseando o filósofo Louis Althusser) e portanto estão, assim como o governo golpista de plantão, totalmente à serviço do capital. Haja vista a confusão que essas mesmas mídias tentam gerar nos trabalhadores sobre a aprovação da Reforma da Previdência, na tentativa de tirar o sinal de alerta em torno de um ataque feroz contra as suas próprias condições de vida.

Esses grandes veículos midiáticos possuem o monopólio da informação, ou seja, tem em suas mãos uma enorme capacidade de manipulação de massa, da distorção e ocultação dos fatos, seleção e edição das noticias visando sempre a propagação das ideias e interesses da burguesia, induzindo a população e canalizando a opinião pública. A burguesia por meio dos aparelhos ideológicos impõe sua visão de mundo e interesses como se fossem os interesses de todo conjunto da sociedade. Não é a toa que o usurpador Temer não perde tempo em se utilizar desses veículos de massa, inclusive aparecendo pessoalmente para ludibriar o povo propagandiando a famigerada reforma da previdência em horário nobre, com a ajuda do vendido Silvio Santos (SBT) em pessoa, bem como na Rede Globo diariamente por meio de seus jornalistas, justamente para acabar com o direito de aposentadoria dos trabalhadores e da juventude. Assim, o governo Temer gasta milhões em propaganda na televisão, rádio e jornal para atacar os nossos direitos básicos e ao mesmo tempo tenta passar uma ideia de que a reforma é algo do “interesse de todos brasileiros”. Uma mentira absurda logicamente. Isso sim é uma grande FAKE NEWS!!!

Da mesma forma, a polícia federal que irá compor o “grupo censurador de Fux” junto ao MPF, TSE e o judiciário, há muito tempo já provou que está ao lado do golpismo e dos setores mais reacionários da política brasileira. De forma alguma pode-se esperar alguma neutralidade e algum tipo de justiça dessas instituições, que já se mostraram dominadas pelo interesse do capital e do imperialismo.

A verdade é que com essa atitude arbitraria de vigilância e censura das informações, ainda mais em ano eleitoral, somente prova cada vez mais que o governo e a burguesia pretendem ter a hegemonia ideológica para manipular e impor seus interesses de classe.




Tópicos relacionados

Eleições 2018   /    "Partido Judiciário"   /    Política

Comentários

Comentar