Política

ATOS CONTRA BOLSONARO

Frente de Esquerda realiza ato na Argentina contra Bolsonaro, golpismo e as reformas

Atos contra Bolsonaro acontecem em todas as partes do Brasil, e também na América Latina. Na Argentina centenas se reúnem na embaixada brasileira contra a escalada do ultra-reacionário Jair Bolsonaro, contra o golpismo e as reformas.

sábado 20 de outubro| Edição do dia

A Frente de Esquerda mobilizou um ato que ocorreu em frente à embaixada brasileira na cidade de Buenos Aires em repúdio à Jair Bolsonaro e o golpismo, apontando para a necessidade de uma política independente do PT e no marco da iniciativa internacional de mulheres brasileiras sob a consigna #EleNão.


Myriam Bregman, deputada da província de Buenos Aires pela Frente de Esquerda

Myriam Bregman, deputada da província de Buenos Aires pela Frente de Esquerda e oradora principal do ato afirmou "se Bolsonaro ganha, novos ataques virão às mulheres, ao movimento LGBT, à classe trabalhadora e suas organizações: querem entregar o patrimônio brasileiro aos capitalistas imperialistas"


Ato da Frente de Esquerda na embaixada brasileira em Buenos Aires

"Hoje o mundo teme o ascenso deste fascista, mas Bolsonaro não surgiu do nada. Está a ponto de se impor em uma eleição absolutamente antidemocrática e manipulada; com Lula preso, proscrito e censurado. Diante deste cenário, a partir da FIT fazemos um chamado nessas eleições para votar criticamente no candidato do PT sem dar nenhum apoio à sua política e defendemos claramente que a única forma de derrotar o ascenso de Bolsonaro é por via da luta de classes e com um programa para que os capitalistas paguem pela crise, diferente do PT", declarou Bregman.

A deputada também colocou que Macri apoio o golpista Michel Temer, e sem demora, também correu para dar apoio à Bolsonaro. Destacou que se Bolsonaro ganha no Brasil, Macri estará também mais fortalecido para aplicar um profundo plano de ajustes, ao lado do FMI e dos peronistas.

Também fizeram discursos no ato Romina del Pla do Partido Obrero e Juan Carlos Giordano da Izquierda Socialista.




Tópicos relacionados

Comitês contra Bolsonaro   /    Mulheres Contra Bolsonaro   /    Eleições 2018   /    PTS   /    Argentina   /    Bolsonaro   /    Myriam Bregman   /    Frente de Esquerda e dos Trabalhadores (FIT)   /    Política

Comentários

Comentar