CORONA VÍRUS

Forte panelaço contra Bolsonaro ocorre em várias cidades do país

Por todo o país foi organizado hoje um "janelaço" contra Bolsonaro, com a população gritando e batendo panelas nas janelas das casas e apartamentos. Isso expressa a insatisfação da população com as ações do governo, que vão no sentido oposto de combater o Coronavírus.

quinta-feira 19 de março| Edição do dia

Após a demonstração espontânea em alguns bairros de capitais como São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro e Porto Alegre dos “Janelaços” contra Bolsonaro ontem, foi convocado pelas redes sociais uma ação para hoje, às 20h30. Os barulho e os gritos puderam ser ouvidos em diversas cidades e regiões antes mesmo do horário marcado.

Os “janelaços” são uma das expressões de setores da população que claramente estão descontentes com a maneira que o governo Bolsonaro vem lidando com a crise do Coronavírus, e com seus resultados na economia, na saúde, e na vida de milhões de trabalhadores e da população pobre.

Até agora a maior parte das medidas do governo veio no sentido de “socorrer a economia” e garantir que as empresas e os capitalistas não paguem pela crise que se desenvolve no Brasil e ao redor do globo.

Em entrevista coletiva hoje, Bolsonaro afirmou: "Nosso time está ganhado de goleada. Duvido que quem vier me suceder um dia – acho muito difícil – consiga montar um equipe como eu montei. E tive a coragem de não aceitar pressões de quem quer que seja. Então, se o time está ganhando, vamos fazer justiça, vamos elogiar seu técnico, e o seu técnico chama-se Jair Bolsonaro”

Frente a essa crise, o Esquerda Diário vem levantando medidas de um plano de emergência necessário para evitar consequências extremamente desastrosas com a chegada cada vez mais forte do Coronavírus ao país. Isso porque essa crise não pode ser paga por aqueles que já vem sofrendo as consequências da crise econômica desde o golpe institucional de 2016, com ajustes ficais que recaem nas costas dos jovens e trabalhadores de todo o país.

Leia Mais: Um plano de emergência dos trabalhadores para enfrentar a COVID-19 e o "vírus do capitalismo"




Tópicos relacionados

Governo Bolsonaro   /    Crise capitalista   /    Jair Bolsonaro

Comentários

Comentar