Economia

DEMISSÕES

Ford demite 364 trabalhadores de fábrica no ABC paulista após anunciar lucros bilionários

sexta-feira 11 de agosto| Edição do dia

Na mesma semana em que a Ford divulga que seu lucro trimestral foi maior do que o que era previsto (a receita trimestral de US$ 39,9 bilhões é maior do que a de um ano antes, de US$ 39,5 bilhões) em decorrência da redução de impostos segundo a mesma, a empresa defere a demissão massiva e absurda de 364 trabalhadores.

A Ford continua demitindo milhares de trabalhadores no mundo todo para aumentar seus lucros bilionários. Nesta quinta-feira (10) em demitiu 364 trabalhadores de uma planta em São Bernardo do Campo no ABC. Fontes da empresa ainda trazem à tona planos da Ford de demitir mais 10% da mão de obra em todo o mundo, o que somaria aproximadamente 20 mil trabalhadores.

As multinacionais querem deixar milhares de famílias sem sustento para garantir os lucros que favorecem um punhado de bilionários. Para Maíra Machado, ex-candidata a vereadora do MRT pelo PSOL e professora no ABC "Não pode ser que os trabalhadores continuem deixando suas vidas nos trabalhos e sejam tratados desta forma pelas multinacionais que lucram bilhões no mundo inteiro e tratam o trabalhador como lixo, demitindo-os como fizeram ontem na Ford de São Bernardo com mais de 300 demissões. Exigimos a readmissão de todos os trabalhadores demitidos imediatamente! Não podemos aceitar nenhuma família nas ruas e sem emprego, nossas vidas valem muito mais do que o lucro destes capitalistas!"

Temos que seguir o exemplo dado na Argentina com a campanha “nossas vidas valem mais que o lucro deles”, rechaçando e resistindo contra as tentativas da patronal de fazer os trabalhadores pagarem pela crise dos capitalistas. Assim como os mais de 600 trabalhadores e trabalhadoras que estão resistindo bravamente contra as demissões e o fechamento que a Pepsico que impor.

Que os patrões paguem pela crise com seus lucros! Os trabalhadores não podem pagar com suas vidas pela ganância de alguns magnatas. Nossas vidas valem mais que seus lucros!




Tópicos relacionados

Metalúrgicos   /    Demissões   /    ABC paulista   /    Economia   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar