Política

AMEAÇA DE GOLPE

Flávio chama "AI-6" possível cassação de Eduardo por ameaçar um golpe com novo AI-5

Eduardo Bolsonaro ameaça oposição sugerindo um novo AI-5, movimento é instaurado na Câmara pedindo sua cassação e Flavio Bolsonaro sai em defesa do irmão comparando medida na Câmara como uma manifestação de censura igual da Ditadura Militar.

sexta-feira 1º de novembro| Edição do dia

Imagem: O Globo

Depois da escandalosa declaração do Deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que fez ameaças a todos aqueles que são oposição ao governo do seu pai, Jair Bolsonaro (PSL), agora foi a vez do seu irmão, o senador Flavio Bolsonaro (PSL-RJ), fazer uma ridícula comparação do movimento realizado contra Eduardo como sendo uma censura igual da época da ditadura.

Em declaração, Eduardo disse para a oposição que se o seu pai continuar sendo alvo de críticas, seria cabível um novo AI-5 para “controlar” a esquerda, ameaçando a todos com algo que segue sendo uma ferida aberta para a grande maioria da população brasileira. A ditadura militar assassinou, torturou, perseguiu e censurou pessoas que lutavam por uma democracia.

Depois do escândalo dessa afirmação, um movimento foi criado no Congresso, inclusive com deputados da ala bivarista do PSL, para punir o deputado por tal ameaça. Tal movimento pretende apresentar um pedido de cassação do mandato do deputado no Conselho de Ética da Câmara, pois segundo os envolvidos o deputado extrapolou os limites democráticos.

Agora, o senador Flávio Bolsonaro saiu em defesa do seu irmão, dizendo que esse movimento que pede pela cassação de Eduardo estaria aplicando um “AI-6”, ou seja, censurando o que um deputado pode ou não dizer. Maneira ridícula e infeliz de comparar uma ação contra uma declaração e ameaça escancarada de Eduardo, com a época de torturas, assassinatos e censura praticados em uma ditadura militar.

É preciso lutar pela revogabilidade de todos os cargos políticos, devemos nos questionar por que a população não tem o direito de retirar uma escória que gostaria de implementar um novo AI-5 no país. É preciso debater os limites de nossa democracia degradada e dos ricos a fim de instaurar outro regime, que sirva de fato a classe trabalhadora e o povo pobre.




Tópicos relacionados

Eduardo Bolsonaro   /    Carlos Bolsonaro    /    Ditadura militar   /    Política

Comentários

Comentar