Gênero e sexualidade

DIREITO AO ABORTO

Flávia Valle: "Basta de repressão às mulheres que abortam!"

segunda-feira 8 de janeiro| Edição do dia

Flavia Valle, ex candidata a vereadora pelo PSOL em Minas Gerais e dirigente do MRT denunciou em vídeo na sua página Oficial do Facebook a criminalização às mulheres que recorrem ao aborto clandestino no Estado. Ao longo do ano são cerca de 17 mil mulheres que recorrem a este método, sem qualquer segurança de suas vidas. Essa situação é dramática, uma vez que o Estado não garante o direito a maternidade e impõem que milhares de mulheres tenham que além de arriscar suas vidas, também são criminalizadas.

Segundo a recente matéria do jornal O tempo, a cada hora, duas mulheres procuram o SUS após o aborto. Em 2016, unidades de saúde do Estado realizaram 16.733 curetagens e esvaziamentos de útero. Na contramão de defender a vida das mulheres, os políticos querem aprovar a PEC 181 que visa dificultar ainda mais a vida das mulheres impedindo o direito ao aborto inclusive em casos que o aborto já é garantido pela lei. Saiba mais em: http://www.esquerdadiario.com.br/Precisamos-lutar-pelo-direito-ao-aborto-PEC-181-nao

Em entrevista ao Esquerda Diário, Flávia que também é parte do Grupo de Mulheres Pão e Rosas disse "A maioria das mulheres que morrem nas clinicas clandestinas são negras. É assim que o capitalismo trata as mulheres. Vamos denunciar a crescente criminalização das mulheres que recorrem ao aborto clandestino em Minas Gerais! Pelo direito ao aborto livre, legal, seguro e gratuito, garantido por SUS!"

Assista e compartilhe o vídeo:




Comentários

Comentar