Educação

GREVE GERAL

“Finalmente alguém falando dessa greve!” Panfletagens na USP mostram disposição de luta

Nos últimos dois dias, as panfletagens da campanha “Tomar a Greve Geral nas nossas mãos!” em cursos e no bandejão da USP têm mostrado que há disposição para construir desde as bases uma forte Greve Geral no dia 30, a partir de comitês e assembleias, e que é preciso ir por mais do que eleições diretas.

Flávia Toledo

São Paulo

terça-feira 20 de junho| Edição do dia

As panfletagens da campanha do Esquerda Diário pela greve geral não param! A Faísca – juventude anticapitalista e revolucionária está levando a campanha para a USP e a recepção tem sido ótima. Na entrada dos cursos de Letras, Sociais e Pedagogia e nas filas do bandejão, o que se escuta é indignação com as reformas e o governo golpista do Temer. E as centrais sindicais que estão fazendo corpo mole e se recusando a construir a greve não escaparam das reclamações.

“Finalmente alguém falando dessa greve!”, disse um estudante que saía do bandejão na hora do almoço ao receber o panfleto. Foram vários os comentários desse tipo, dizendo que tinha mesmo que construir já que as centrais não estão fazendo.

Diversos estudantes vieram pedir o material lançado pelo Esquerda Diário junto com a Faísca, o MRT, o Grupo de Mulheres Pão e Rosas e o Movimento Nossa Classe. São muitos os estudantes que querem tomar nas suas mãos os rumos dessa greve geral, porque sabem que nesse momento não podemos assistir calados às reformas e aos ataques do governo golpista, que quer despejar os custos da crise nas nossas costas.

A proposta que está no material de construir comitês de base e assembleias em cada local de estudo e trabalho também foi muito em recebida. Apenas com uma organização desde as bases vai ser possível construir força suficiente para derrubar Temer e as reformas.

A campanha continua na USP até o dia 30! Por comitês de base pra construir a greve geral! Contra Temer e as reformas, e por uma Assembleia Constituinte Livre e Soberana pra mudar as regras do jogo!




Tópicos relacionados

Nossas vidas valem mais que o lucro deles   /    Greve Geral   /    Educação   /    USP

Comentários

Comentar