Gênero e sexualidade

PERSEGUIÇÃO MACHISTA

Filha adolescente de deputada Maria do Rosário sofre perseguição machista

Esta semana, um site conhecido por disseminar na web conteúdos reacionários, machistas e homofóbicos divulgou “nudes” que da filha de 16 anos da deputada Maria do Rosário (PT, Rio Grande do Sul). As imagens acompanhavam uma legenda que a insultavam como “anorexa e drogada”.

quarta-feira 22 de fevereiro de 2017| Edição do dia

O site divulgou junto das fotos um texto que dizia que “A deputada Maria do Rosário, aparentemente não tem capacidade de criar a própria filha, mas quer dar pitaco em como outras famílias devem educar seus filhos. (...) Agora eu entendi porque essa deputada ama tanto os marginais". A mensagem faz referência ao fato da deputada ter sido ministra-chefe da Secretaria de Direitos Humanos entre 2011 e 2014 no governo Dilma.

A deputada divulgou uma nota e está recorrendo à Polícia Federal e diz que fará todas as denúncias possíveis para que o site e os criminosos sejam identificados e sejam punidos. “Como mãe, não medirei esforços para protege-la, como faço todos os dias da minha vida.”

A publicação das imagens da adolescente foi claramente motivada por uma perseguição à deputada por parte de reacionários que se alimentam de misoginia. A direita muitas vezes encontra em situações de divergências políticas um campo fértil para a incitação do ódio e da violência contra as mulheres e contra as minorias oprimidas, como é o caso da companheira Diana Assunção, militante do MRT e fundadora do grupo de mulheres Pão e Rosas (BR), ex-candidata a vereadora de SP pelo PSOL, que após ter divulgado em sua página vídeos que denunciavam as medidas higienistas do prefeito Dória (SP) foi perseguida e ameaçada das mais diversas formas.

Nós do Esquerda Diário nos solidarizamos com a deputada e sua filha. Podemos ter nossas divergências políticas, mas não permitiremos que mulheres, jovens, negros, LGBTs e nenhum setor oprimido seja perseguido, ameaçado ou violentado. Que os responsáveis sejam punidos!

Segue abaixo a nota publicada no Facebook da deputada:

NOTA PÚBLICA

Minha filha está sendo vítima de criminosos nas redes sociais. Como mãe não medirei esforços para protegê-la, como faço todos os dias da minha vida. Já tomei as medidas cabíveis e estou fazendo todas as denúncias possíveis para que os bandidos que atacam minha família sejam identificados e severamente responsabilizados.
Nenhuma família merece passar por isto.
Eu e o meu esposo Eliezer Pacheco estamos indignados e repudiamos com veemência os atos criminosos de quem manipula imagens e informações, expondo uma menina de 16 anos.
Sabemos que todos os pais e mães têm preocupação com a exposição de seus filhos e filhas na Internet. Não há dúvida que este tipo de divulgação manipulada gera efeitos gravemente nocivos de dimensão imensurável às vítimas.
É revoltante que minha filha seja atacada pelas minhas posições e por minha atuação em defesa da dignidade humana.
Não permitirei que minha filha seja desrespeitada.
Aos que têm o objetivo de me prejudicar e atingir minha família, afirmo que não conseguirão.

Maria do Rosário




Tópicos relacionados

Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar