Internacional

FRANÇA #14J

Ferroviários da Paris Nord exigem liberação de grevistas detidos

A jornada de greve do 14 de junho começou com um ato pela liberação de grevistas detidos no dia anterior em Amiens.

terça-feira 14 de junho de 2016| Edição do dia

Esta manhã, no começo de uma nova jornada de luta nacional contra a reforma trabalhista na França, uma delegação de trabalhadores ferroviários chegou de Paris e se concentrou nas portas do Palácio de Justiça de Amiens para exigir a liberação imediata dos grevistas e estudantes detidos, assim como a retirada dos processos.

Depois de 13 dias consecutivos de greve, Arnaud, ferroviário de Amiens e quatro estudantes foram detidos ontem pela polícia em seus domicílios. Seu crime? Ter participado na jornada de mobilização de 26 de maio em Amiens.

O município o acusa de queima de pneus, enquanto que a empresa estatal de trens SNCF, acusa dois estudantes de destruição do equipamento. Estas detenções são similares à de uma jovem estudante condenada à prisão por jogar um ovo. Terão estas mesmas medidas “duras” com a tropa de choque que deixou um jornalista independente em coma por vários dias? É claro que não.

Nesta jornada de mobilização nacional massiva em Paris, a intimidação é moeda corrente e nos últimos dias, 130 pessoas foram proibidas de se manifestar, incluindo alguns ferroviários.

Eles podem prender alguns de nós, mas não podem censurar a nossa raiva! Nesta manhã os ferroviários demonstraram mais Uma vez que nossa resposta sempre será: todos juntos na luta!




Tópicos relacionados

França   /    Governo Hollande   /    Internacional

Comentários

Comentar