Teoria

MARXISMO NA UFRGS

Feminismo e marxismo em debate na UFRGS

quinta-feira 13 de outubro| Edição do dia

Ocorreu na última terça-feira (11) mais um Ciclo de Debates Marxistas na UFRGS, que teve como tema o feminismo na perspectiva marxista. Para quem não conseguiu comparecer, um novo encontro ocorre na quinta-feira (13), no DCE da UFRGS.

Dezenas de jovens estiveram no Pantheon, no IFCH, para debater a luta contra o machismo numa perspectiva revolucionária e anticapitalista. Com a participação de Flávia Valle, professora e fundadora do grupo de mulheres Pão e Rosas no Brasil, o debate trouxe uma perspectiva de feminismo revolucionário, classista, que luta nas fileiras da classe trabalhadora pela transformação radical de toda a sociedade.

Muito diferente do que defendem correntes liberais e burguesas do movimento feminista, o debate realizado na UFRGS traz uma perspectiva marxista, de enfrentamento não só com o machismo mas com todo o sistema capitalista. A opressão, exploração e violência machistas também foram abordadas na perspectiva das mulheres trans, com a participação de Nick Vidor, do grupo Ontologia e Combate.

Com a crise capitalista a burguesia avança contra os direitos conquistados por diversos setores da sociedade, e sem dúvida os direitos das mulheres também estão na mira. Nos negam o direito ao próprio corpo, com a criminalização do aborto, gerando milhares de mortes por abortos clandestinos todos os anos, e ainda ameaçam o que já foi conquistado pela luta.

Frente a esse cenário, com um governo golpista e machista no comando do país, é mais que urgente fortalecer o debate e a prática feminista revolucionária, classista e marxista.

Devido à grande procura pelo debate será realizada uma segunda edição, no centro da cidade, no Diretório Central de Estudantes da UFRGS. É muito importante a presença de todas as mulheres e LGBTs que se revoltam com a miséria de vida que nos é imposta no capitalismo!

Acompanhe o evento no Facebook:
https://www.facebook.com/events/1086785618079112/




Tópicos relacionados

Porto Alegre   /    Universidades Federais   /    Universidade   /    Marxismo   /    Teoria   /    Gênero e sexualidade

Comentários

Comentar