Política

POLÍTICA XENÓFOBA

Feliciano, "defensor da família", apoia Trump e que crianças sejam enjauladas com seus pais

A escandalosa política xenófoba de Trump de prender imigrantes ilegais e separá-los dos seus filhos gerou enorme repercussão internacional. Marco Feliciano, pastor de igreja ligada à Assembleia de Deus e deputado pelo PSC, subiu ao plenário para sair em defesa da figura reacionária de Donald Trump.

quinta-feira 21 de junho| Edição do dia

A escandalosa política xenófoba de Trump colocou diversos debates e crises em seu governo, gerando um rechaço mundial. A decisão de Trump foi prender imigrantes ilegais e separá-los dos seus filhos, que hoje estão em jaulas sob condições de extrema insalubridade. Frente à essa discussão de repercussão internacional, Marco Feliciano, pastor de igreja ligada à Assembleia de Deus e deputado pelo PSC, subiu ao plenário para sair em defesa da figura reacionária de Donald Trump.

Feliciano inicia sua fala afirmando ser "um grande entusiasta de Trump", uma figura clássica da burguesia reacionária, conservadora, que faz declarações que atacam todos os setores oprimidos: negros, mulheres e a comunidade LGBT. Não é surpreendente que Feliciano seja fã de uma figura que vem ao poder para exaltar a família, mas que rechaça os imigrantes, principalmente latino americanos e árabes com suas medidas anti-imigratórias.

De fato, a lei que separa filhos de seus pais quando são presos após serem pegos em situação de imigração ilegal, foi aprovada no governo de Bill Clinton, e utilizada por outros presidentes americanos, como o próprio Barack Obama. Ambos do Partido Democrata, que Feliciano erroneamente se refere como "esquerda", quando na realidade, são partidos totalmente imperialistas à serviço do massacre da população pobre e dos trabalhadores estadunidenses e também os de outros países submetidos ao imperialismo.

O auge dos absurdos que saem da boca de Feliciano podem ser contemplados até os últimos momentos de sua fala: Feliciano diz que Trump apenas "aplicou a lei" e que agora, irá modificá-la. Esta modificação que será feita não tirará os milhares de imigrantes ilegais das suas condições de precariedade e sim irá permitir que crianças sejam encarceradas junto com seus pais!

Feliciano deixa claro que não se importa com a família de fato: não é capaz de enxergar o absurdo nas políticas xenófobas e racistas de Trump, que não quer solucionar os problemas, mas quer elevar ainda mais o grau de perseguição contra imigrantes já realizada pelos governos anteriores, como o próprio Obama.

A máscara da defesa da família de Feliciano não pode ser mais falsa do que isto, já que o deputado que debocha da morte de Marielle, ataca a comunidade LGBT, defende o absurdo que são as políticas contra imigrantes dos países imperialistas. Tais políticas não se propõem solucionar este problema em nenhum sentido, muito pelo contrário, propõe continuar explorando a mão de obra imigrante, utilizando as leis anti-imigratórias para perseguir e a ilegalidade para explorar ao nível análogo à escravidão. Na realidade, é exatamente essa política reacionária e conservadora a verdadeira cara de Feliciano.

Confira no vídeo abaixo os absurdos de Feliciano frente ao escândalo mundial de Donald Trump:




Tópicos relacionados

Marco Feliciano   /    Bancada da Bíblia   /    Xenofobia   /    Donald Trump   /    Política

Comentários

Comentar