Sociedade

FEBRE AMARELA

Febre amarela chega a 163 mortes confirmadas em 2018

Doença mata mais do que 1 em cada 4 pessoas atingidas, e é transmitida pelo mosquito da dengue. Este ano já foram 541 casos confirmados, com 163 mortes.

quinta-feira 22 de fevereiro| Edição do dia

Já são 541 casos confirmados de febre amarela em 2018. O estado mais atingido é Minas Gerais, mesmo estando na lista dos estados onde a vacinação é recomendada há 10 anos. Foram 264 casos nesse estado, com 77 mortes. Na sequência vem São Paulo, com 208 casos e 57 mortes, e o Rio de Janeiro, com 72 casos, 19 deles fatais. Em menos de dois meses, já passamos o número registrado no ano passado, no período de 01/12/16 a 17/03/17, segundo documento do Ministério da Saúde. Em quase o dobro do tempo, no ano passado tivemos 448 casos confirmados, o que já tinha sido um número alto em relação a dados de anos anteriores.

A febre amarela é transmitida pelo Aedes aegypti, o mesmo mosquito que é vetor da dengue, chikungunya e o vírus zyka. Conforme já publicamos aqui, essa crise é fruto do abandono consciente do Estado de qualquer política pública eficaz para prevenção das doenças, tanto no controle dos focos de reprodução do mosquito quanto na distribuição de vacinas, além da falta de políticas de saneamento básico e saúde em geral.




Tópicos relacionados

febre amarela   /    medicina do capital   /    Sociedade   /    Saúde

Comentários

Comentar