Política

FORA INTEGRALISMO DA USP

Fascistas são expulsos de evento por mobilização de estudantes na USP

quarta-feira 29 de novembro| Edição do dia

Nessa quarta-feira, 29, um grupo de membros da Frente Integralista Brasileira, grupo político brasileiro de inspiração fascista, iria participar de um evento acadêmico na USP.

Ao descobrirem da participação dos fascistas, dezenas de estudantes da USP se organizaram para impedir a realização da atividade, mostrando que não permitirão que a universidade seja utilizada como espaço de propaganda para as ideias fascistas que pregam a intolerância e a discriminação contra negros, mulheres e LGBTs, além de representarem a mais nefasta ideologia anti-operária e anti-comunista.

A sala onde ocorria o evento com o presidente da frente foi a primeira a ser ocupada, com dezenas de estudantes entrando e cantando "Fascistas, fascistas: não passarão!". Brevemente, disseram que não tolerariam aquele evento com a presença da FIB e em seguida disseram para que se retirasse o "palestrante". A princípio, o fascista se recusou a sair, mas as dezenas de estudantes impuseram que se retirasse.

Ele foi seguido pelos manifestantes até o ponto de ônibus, e se retirou. Em seguida, outros membros do grupo que estavam em outras atividades também foram expulsos. Os estudantes da USP deram um recado claro: o fascismo não passará.

veja mais: Monarquistas defendem integralistas e ameaçam estudantes da USP que os expulsaram

Saiba quem é o fascista que foi expulso de evento por estudantes da USP




Tópicos relacionados

fascismo   /    USP   /    Política   /    Juventude

Comentários

Comentar