Sociedade

TARIFAÇO

Famílias pobres trocam gás de cozinha por lenha por causa da crise

Famílias pobres de Maceió estão cozinhando com lenha ao invés de gás de cozinha, que chega a custar até R$ 80,00 o botijão, ou metade da renda mensal.

sexta-feira 17 de novembro| Edição do dia

Famílias das comunidades pobres de Maceió (AL) estão cozinhando com lenha ao invés de gás de cozinha, por causa do aumento dos preços deste último, que pode custar até R$ 80,00, segundo notícia do Uol publicada ontem (16). A compra de um único botijão consumiria metade da renda mensal dessas famílias. Desde junho de 2017, a Petrobras reajustou o preço do gás sete vezes, seis destas sete para cima, o que equivale a um aumento de 54% dos preços das embalagens de até 13 quilos, ou quase 70% desde o começo do ano.

Para o consumidor final, o aumento do preço do gás de cozinha em 2017 foi de 11%, ou quase quatro vezes a inflação. O reajuste do gás de cozinha soma-se ao dos combustíveis e o da conta de luz, ou seja, a todo um pacote de tarifaços através dos quais o Estado dos capitalistas cobra dos trabalhadores e do povo o pagamento da crise que os próprios capitalistas criaram, enquanto continuam tendo isenções e nossos direitos são recortados para pagar uma fraudulenta “dívida” pública.

Foto: Juru em Destaque




Tópicos relacionados

Capitalismo   /    crise econômica   /    Sociedade   /    Crise mundial

Comentários

Comentar