Sociedade

57º CONGRESSO DA UNE

Faísca faz homenagem a Thiago, entregador da Rappi morto pelas condições de trabalho

A juventude Faísca durante a plenária final do 57° Congresso da UNE, antes de defender suas ideias para votação de direção, realizou uma importante homenagem ao trabalhador Thiago Dias, entregador da Rappi que foi morreu devido às condições de um trabalho precário como é das empresas de entregas como Rppi, Ifood, Uber, entre outros. Thiago Dias viverá em nossas luta

segunda-feira 15 de julho| Edição do dia

A juventude Faísca durante a plenária final do 57° Congresso da UNE, antes de defender suas ideias para votação de direção, realizou uma importante homenagem ao trabalhador Thiago Dias, entregador da Rappi que foi morreu devido às condições de um trabalho precário como é das empresas de entregas como Rppi, Ifood, Uber, entre outros.

Thiago Dias, 33 anos: morreu trabalhando na última segunda, sem receber sequer pronto socorro da Rappi. O motoboy, que dedicava cerca de 12 horas diárias ao App, sofreu um AVC em horário de trabalho e a sua morte poderia ter sido evitada, segundo indicam os médicos que ao final o atenderam. Mas sua morte não foi evitada, devido à negligência e a falta de assistência mínima da empresa, que foi informada da situação pela usuária e por outros entregadores, no momento em que Thiago ainda estava consciente, mas não fez absolutamente nada para ampará-lo.

Flávia Telles, estudante da Unicamp e delegada da Faísca no Conune começou sua fala dizendo: “Não tem como começa a intervenção da Faísca sem dizer que a quatro dias atrás um jovem trabalhador morreu porque trabalhava 12 horas por dia na Rappi. E esse é o futuro que os capitalistas colocam para a juventude hoje: a precarização do trabalho, um sistema de miséria onde a juventude vai morrer trabalhando. É com o objetivo de acabar com esse sistema e lutar por uma vida que vale a pena ser vivida, onde a juventude não deixe suas vidas no local de trabalho, que nós da Faísca colocamos nossa força, e achamos que todo esse Congresso tem que se colocar à disposição de lutar contra esse futuro de miséria que colocam para juventude. E dizer que o Thiago Dias vai seguir vivo na luta de cada um de nós contra o futuro de exploração que os capitalistas querem para juventude.

É por isso que queremos puxar a palavra de ordem: Thiago Dias, presente! Thiago Dias presente!”




Tópicos relacionados

CONUNE 2019   /    Faísca - Juventude Revolucionária e Anticapitalista   /    Sociedade   /    Juventude   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar