Juventude

EVENTO DA FAÍSCA na UFRGS

Faísca debate na UFRGS: 79 anos do assassinato de Trotski e a atualidade do marxismo

No dia 21 de agosto de 1940, há 79 anos, Leon Trotski era assassinado no México, a mando de Stalin. O Grupo de Estudos Marx na UFRGS e a Juventude Faísca convidam todos a debater o legado teórico e estratégico do marxismo. O evento será no mini-auditório do IFCH no Campus do Vale da UFRGS, as 18h.

segunda-feira 19 de agosto| Edição do dia

No dia 21 de agosto de 1940, há 79 anos, Leon Trotski era assassinado no México, a mando de Stalin.

Mas o que levara Stalin a perseguir tão obstinadamente esse adversário a ponto de mandar matá-lo do outro lado do mundo? E o que leva hoje em dia figuras da direita como o General Villas Boas e Reinaldo Azevedo a atacarem seu legado?

Trotski, que depois de Lênin foi o principal dirigente da revolução russa de 1917, depois de ter dirigido o Soviete de Petrogrado, coração da revolução, em 1905. Após a revolução, dirigiu o Exército Vermelho que derrotou a invasão de mais de 14 exércitos que visavam destruir a primeira revolução operária vitoriosa do mundo. Combateu obstinadamente todo o processo de burocratização da revolução russa dirigido pela camarilha stalinista, lutando pela perspectiva da revolução internacional.

No exílio, dirigiu a oposição internacional de esquerda e fundou a IV Internacional, com diversos partidos que combateram, sob as circunstâncias mais adversas, o fascismo, o imperialismo "democrático" e o stalinismo.

O legado teórico e estratégico de Leon Trotski permanece ainda hoje como uma das mais importantes heranças para os revolucionários de todo o mundo, para todos aqueles que seguindo a tradição marxista, não se submetem a viver passivamente sob a miséria do capitalismo em que nossas vidas se resumem a mercadorias na mão dos capitalistas. Sua análise do desenvolvimento desigual e combinado do capitalismo, do sentido do fascismo e do bonapartismo e dos caminhos para a emancipação da humanidade são de grande valia para os que hoje se deparam com Bolsonaro, Trump e toda a situação de crise nacional e internacional do mundo hoje.

Não à toa, o governo capitalista de Putin, aliado à Netflix, difundiram calúnias e falsificações de todo tipo em sua série "Trotski" para tentar afastar as novas gerações desse legado.

O Grupo de Estudos Marx na UFRGS e a Juventude Faísca convidam todos a vir debater e refletir conosco algumas das lições fundamentais de Trotski para enfrentar esse momento de crise capitalista e preparar o futuro socialista da humanidade.

ONDE: Mini-auditório do IFCH no Campus do Vale
QUANDO: dia 21 de agosto, às 18h




Tópicos relacionados

Marx na UFRGS   /    trotskismo   /    UFRGS   /    León Trotsky   /    Trotsky   /    Universidade   /    Movimento Estudantil   /    Juventude

Comentários

Comentar