Explosão em laboratório da UFRJ deixa 3 feridos

Acidente aconteceu na COPPE, considerado centro de referência em pesquisa

quarta-feira 15 de agosto| Edição do dia

Foto: G1

Na manhã desta quarta-feira (15/8) uma explosão assustou os estudantes da UFRJ. Um laboratório da COPPE, o maior centro de pesquisa e ensino em engenharia da América Latina. Na explosão, três pessoas ficaram feridas, uma estudante de pós-graduação e dois técnicos. A estudante estava grávida inclusive. Entretanto, os três foram socorridos e não correm riscos de vida, mas a aluna teve 20% de seu corpo queimado.

Esse fato mostra a situação contraditória que a faculdade se encontra hoje. Ao mesmo tempo que em seus laboratórios são conduzidas pesquisas de ponta, muitas inclusive financiadas com capital privado, é comum a falta de investimentos para questões básicas de segurança. Apesar disso, os ritmos e prazos impostos pelos programas de pós-graduação, junto das instituições de fomento à pesquisa, forçam que os estudantes tenham que se submeter muitas vezes às condições de insegurança e que tenham que ter rotinas de estudo e pesquisa exaustivas, em muitos casos superando 8 horas diárias. E muitas vezes para produzir um conhecimento que só servirá para enriquecer os bolsos de um punhado de capitalistas e não será usado em proveito da classe trabalhadora.

Toda essa situação tende a piorar com os recentes cortes na educação e inclusive nas instituições de fomento. Por isso é necessário levantar um programa anticapitalista, que reivindique o não pagamento da dívida pública, com os recursos sendo investidos nos serviços públicos como educação e saúde, e por uma universidade que esteja voltada para atender os direitos da classe trabalhadora e da população!




Tópicos relacionados

Estudantes Rio de Janeiro   /    UFRJ   /    Rio de Janeiro

Comentários

Comentar