Sociedade

Exército gasta R$ 3 milhões em evento com Bolsonaro, enquanto auxilio de R$ 600 reais segue com atraso

Enquanto enfrentamos a pandemia da Covid-19 com quase 8 mil mortes e mais de 116 mil infectados, o exército vai gastar cerca de 3 milhões de reais em estrutura para eventos em frente ao Quartel General, em Brasília.

quarta-feira 6 de maio| Edição do dia

Segundo informações do Exército o primeiro evento a ocorrer no local é a comemoração do Dia do Soldados em 25 de agosto que contará com a presença do reacionário Bolsonaro.

A licitação para o evento inclui gastos com camarotes, filmagens com drones e painéis de Led, incluindo também o aluguem de móveis decorativos como cadeiras coloniais modelo Luiz XV e tapetes persas. Isso em meio a uma pandemia, onde muitos sofrem com o desemprego, a suspensão de contratos, a redução de salários, a precarização no trabalho sem EPIs.

Enquanto nem a primeira parcela do insuficiente auxilio de R$ 600 reais chegou na mão de muitas famílias, a casta militar com apoio do governo gasta milhões com futilidades. A cada dia o número de mortes aumenta exponencialmente, as denúncias de descaso com os setores que seguem trabalhando só crescem também. A irresponsabilidade dos governos levando famílias a beira morte, não só pelo risco do vírus, mas pela fome.

Essas mazelas escancaram o lado mais nefasto do capitalismo e colocam de forma mais que urgente o Fora Bolsonaro, Morão e Militares, sem nenhum confiança no STF e nos golpistas. Os trabalhadores são os únicos capazes de achar uma saída sensata para crise, uma saída que valorize as nossas vidas e não os lucros capitalistas, através de uma Assembleia Constituinte Livre e Soberana que tire o poder das mãos dos capitalistas, militares e políticos do colarinho branco e deem aos trabalhadores poder de gerir a sociedade e suas vidas.




Tópicos relacionados

Fora Bolsonaro, Mourão e os militares   /    Governo Bolsonaro   /    Sociedade

Comentários

Comentar