Política

VIOLÊNCIA DA PM

“Eu quero cacetar a lomba de baderneiros”: PM posta no Instagram sobre atos em SP

domingo 7 de junho| Edição do dia

Circula nas redes sociais um post absurdo de um integrante reacionário da PM de São Paulo, dizendo que quer “cacetar a lomba” de manifestantes antifascistas no ato deste domingo (7) em São Paulo, no Largo da Batata.

Na foto, o Cabo Lemos, posa ao lado das motos da PM, com seu cacetete em mãos, dizendo “Hoje tem manifestação no Largo da Batata e os “ANTIFAS” querem marcar presença. Eu quero cacetar a LOMBA dos baderneiros”.

O post, completamente asqueroso, mostra como se prepara a PM de João Doria para as manifestações contra o Governo Bolsonaro e o racismo no Brasil e nos EUA. Nesta semana foi anunciado um contingente de 4 mil PMs para as manifestações, que já no início da tarde conta com prisões de manifestantes.

Deixamos aqui nosso amplo repúdio a mais uma expressão do caráter violento, autoritário e racista da PM! O post do Cabo Lemos não é exclusividade de um ou outro oficial da PM, mas um desejo e uma ação corriqueira e parte da instituição que é a Polícia. Se a polícia vai ao delírio com ações de violência e racismo, assassinando número recordes a cada ano de negros no Brasil, nós iremos pra cima fazê-los recuar e exigir o fim dessa polícia racista.

As manifestações de hoje são contra a violência policial no mundo inteiro, contra o racismo que se expressa nisso e também nas mortes por covid-19, que afeta majoritariamente os negros, como já apontado em diversos estudos. Bolsonaro e sua corja de militares são cúmplices e estimulantes dessa violência, basta! Basta de racismo, as vidas negras importam! Fora Bolsonaro e Mourão!

Seguiremos cobrindo as manifestações ao redor do país aqui no Esquerda Diário, e denunciando todos os casos de prisões e violência policial.

Veja live ao vivo do Esquerda Diário com as manifestações em todo o país neste domingo:

Leia também: Como encarar a luta antirracista e antifascista no Brasil?




Tópicos relacionados

PM   /    PM São Paulo   /    João Doria   /    São Paulo   /    Política

Comentários

Comentar