Mundo Operário

ALMAVIVA BELO HORIZONTE

"Eu conversava com o gerente ele me pedia as horas tudo certinho... Nunca vi a cor do dinheiro"

Esse é mais um depoimento de uma trabalhadora da AlmaViva em Belo Horizonte.

sábado 13 de agosto| Edição do dia

Eu trabalhei lá durante 5 meses, saí por esse motivo, eu pegava serviço às 16:50, eles precisavam de gente para "dobrar" [a carga horária, nota da redação] e eu precisava do dinheiro. Saía da empresa 4:50 para poder pegar serviço novamente às 16:50. Eu conversava com o gerente ele me pedia as horas tudo certinho, falava que ia ser depositado na minha conta no mês seguinte e nada, tenho dias de trabalho dobrado que nunca recebi, aliás, minhas dobras nunca cheguei a ver a cor do dinheiro.




Tópicos relacionados

Belo Horizonte   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar