Sociedade

REPRESSÃO POLICIAL

Estudantes são detidos depois de ato na ALERJ, exigimos liberdade imediata!

quarta-feira 8 de novembro| Edição do dia

Sete estudantes de Niterói foram detidos pela polícia após um ato convocado pelo Movimento Unificado dos Servidores Públicos Estaduais do Rio de Janeiro, em frente a Assembleia Legislativa.

A manifestação reuniu cerca de 300 servidores, em sua maioria bombeiros e policiais civis e durou pouco mais de duas horas, sem maiores incidentes. Quase ao final, a polícia reprimiu o ato com bombas de gás e imobilizou um homem que tentou entrar no prédio da ALERJ. O homem detido na manifestação foi liberado.

Ainda não temos informações sobre as circunstancias em que os jovens estudantes foram detidos. Eles foram levados à 17ª DP e segundo informações ameaçam levá-los a Bangu. 2 Advogados, 1 da OAB, estão acompanhando o caso.

Os meninos são acusados de associação criminosa, porte de material explosivo e aliciamento de menores, estão sendo acusados com base em conversas de facebook.
É absurdo o nível de repressão e autoritarismo do Estado que avança arbitrariamente sobre os direitos dos cidadãos. Toda solidariedade e imediata liberdade aos estudantes detidos!




Tópicos relacionados

Crise no Rio de Janeiro   /    Repressão   /    Sociedade   /    Violência Policial   /    Rio de Janeiro

Comentários

Comentar