Juventude

CRISE NA UNICAMP

Estudantes e trabalhadores paralisam contra aumento do bandejão e ataques da reitoria na Unicamp

A manhã desta terça-feira, 26, começou com paralisações de trabalhadores e estudantes de diversos institutos e faculdades da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) contra a pauta do Conselho Universitário (CONSU) de hoje. A pauta conta com congelamento de contratação e aumento do preço dos Restaurantes Universitários.

terça-feira 26 de setembro| Edição do dia

Os estudantes de Ciências Sociais e História do IFCH, do Instituto de Artes, do Instituto de Economia e da Faculdade de Educação estão paralisados nesta terça, com café da manhã e confecção de cartazes, 26, junto com os trabalhadores em dia de sessão do CONSU, que discutirá o aumento de 100% do bandejão e os ataques que a reitoria Knobel vem impondo, como o fim da reposição automática de docentes na universidade. Em assembleia geral dos estudantes realizada na segunda, 25, foi discutida e deliberada a incorporação da pauta de creches noturnas para as mães estudantes.

No vídeo abaixo, Vitória, estudante de Ciências Sociais e militante da Faísca, e Vivien, trabalhadora da Unicamp e diretora do sindicato, falam sobre os ataques de Alckmin e Knobel e o dia de paralisação:




Tópicos relacionados

Unicamp   /    Campinas   /    Juventude

Comentários

Comentar