Educação

UERJ

Estudantes de Serviço Social contra a transferência do Direito UERJ

Isabela Santos

Estudante de Serviço Social da UERJ e coordenadora do Centro Acadêmico de Serviço Social da UERJ - CASS

sexta-feira 11 de maio| Edição do dia

A Faculdade de Direito da UERJ, que vem enfrentando uma tentativa de transferência para o prédio do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, passa por um plebiscito que se iniciou na ultima terça-feira e vai até hoje, sexta-feira-11/05, para saber quanto a intenção de sua comunidade acadêmica frente a proposta de transferência.

A proposta de retirada do curso do campus do Maracanã vai impactar profundamente a vida dos estudantes do Direito e toda a universidade. É uma proposta racista e elitista que vai atingir profundamente a permanência dos alunos negros e cotistas do curso de direito.

Diante da profunda crise enfrentada pela UERJ não serão soluções individuais e excludentes como a apresentada pelo setor favorável a transferência do Direito que resolverão. Essa tentativa de transferência é uma ataque a toda a universidade.

Diante da crise que nossa universidade enfrenta é preciso buscar respostas profundas, que se enfrentem com o governo do estado e com seu projeto para educação e para solução da crise que atravessa o Rio, e que façam com que sejam os capitalistas que paguem por essa crise. Essas respostas são bem diferentes da que está sendo proposto por aqueles que defendem a transferência do Direito.

Nós da faísca e do Pão e Rosas passamos em sala chamando os alunos de Serviço Social para manifestar seu apoio a campanha pela permanência do direito pois acreditamos que mais esse ataque a universidade pioneira no sistema de cotas deve ser rechaçado por toda a comunidade da UERJ.

O #DireitoFica e a #UerjRsiste!




Tópicos relacionados

DireitoFica   /    #UERJResiste   /    Educação

Comentários

Comentar