Juventude

GREVE ESTUDANTIL

Estudantes de Medicina e Enfermagem fazem ato em defesa do Hospital Universitário da USP

Centenas de estudantes dos cursos de Medicina e Enfermagem, junto à outros cursos, trabalhadores e moradores da Zona Oeste fazem ato em defesa do Hospital Universitário da USP.

terça-feira 14 de novembro| Edição do dia

Hoje (14) aconteceu uma manifestação dos estudantes de Medicina e Enfermagem da USP que estão em greve em defesa do Hospital Universitário. O ato saiu do MASP e caminhou da avenida Paulista até a Faculdade de Medicina na avenida Doutor Arnaldo.

A manifestação também contou com a presença de moradores, do coletivo Butantã em Luta, trabalhadores da USP e estudantes de outros cursos da universidade.

Os alunos estão em greve contra o desmonte do Hospital Universitário, que é um símbolo da universidade a serviço dos trabalhadores e da comunidade, prestando atendimento à população da região e da comunidade USP, além de ser uma importante ferramenta no processo de aprendizado dos alunos.

A gestão de Zago, desde 2014, promoveu dois grandes processos de Pedidos de Demissão Voluntária, sucateando e precarizada tanto o atendimento quanto os postos de trabalho e aprendizado dos alunos. Vários serviços prestados pelo Hospital foram fechados, como o pronto Socorro adulto e pediátrico, que só funciona até às 19, por conta da escassez de funcionários.

Veja abaixo imagens do ato:

É imprescindível que toda a comunidade acadêmica, de trabalhadores e moradores se incorporem e construam essa luta em defesa não apenas do Hospital Universitário da USP, mas também do SUS e do direito à saúde gratuita, universal e de qualidade.




Tópicos relacionados

Saúde   /    USP   /    Juventude

Comentários

Comentar